Archive for Editorial

Próximos Shows de Rockabilly em Sampa

No mês de fevereiro, o projeto Só Vale se Dançar!, promovido pelo SESC Ipiranga, traz duas bandas de rockabilly que ganham destaque no cenário nacional. As apresentações serão nos dias 23 e 24, às 20h. A entrada é gratuita, com retirada de ingressos 1 hora antes na bilheteria da unidade.

O Crazy Legs Trio é uma das bandas pioneiras de rockabilly no Brasil. Com influências de nomes como Elvis Presley, Eddie Cochran e Johnny Cash, o nome do trio é uma homenagem à música Crazy Legs, de Gene Vincent. Formado em 1996, o grupo já tem cinco discos lançados com músicas autorais. O último álbum, Green Men From Mars (2009), contou com a participação de Kid Vinil no videoclipe. A banda já se apresentou em eventos na Europa e nos Estados Unidos, onde tocaram no Viva Las Vegas, um dos maiores eventos do gênero no mundo. Formado por Sonny (baixolão), Caio Durazzo (vocal e guitarra) e Fabio McCoy (bateria), mesclam o clássico rockabilly com influências do country music.

Alex Valenzi & The Hideaway Cats foi formado em 1993 em Memphis (EUA) e sofreu forte influência de artistas de décadas passadas, como Big Joe Turner, Jerry Lee Lewis e Stray Cats. A banda já se apresentou com grandes nomes da música como Jerry Lee Lewis e Slim Jim Phantom (guitarrista do Stray Cats). Misturando rockabilly, boogie-woogie, swing, country music e rhythm and blues, neste show o grupo apresentará canções autorais e clássicos dos anos 50.   

Anúncios

Música do Dia: Trisomie 21 – Breaking Down

Trisomie 21

They want money because they want the best
Can I really destroy?
They want a way of happiness, another way on the road

This way of life, is it the best?
Can I really destroy?
Modern lover, modern feeling
They find it in the noise

They want a job because they want the best
Can I really destroy?
Logic of life is in sex, violence and noise

Música do Dia: Spice Gilrs – Stop

You just walk in, I make you smile
It’s cool but you don’t even know me
You take an inch, I run a mile
Can’t win you’re always right behind me

And we know that you could go and find some other
Take or leave it or just don’t even bother
Caught in a craze, it’s just a phase
Or will this be around forever

Don’t you know it’s going too fast
Racing so hard you know it won’t last
Don’t you know, what can’t you see
Slow it down, read the sing so you know just where you’re going

Stop right now, thank you very much
I need somebody with the human touch
Hey you, always on the run
Gotta slow it down baby, gotta have some fun

Do do do do, do do do do
Do do do always be together
Ba ba ba ba, ba ba ba ba
Ba ba ba stay that way forever

And we know that you could go and find some other
Take or leave it ‘cause we’ve always got each other
You know who you are and yes, you’re gonna breakdown
You’ve crossed the line so you’re gonna have to turn around

Don’t you know it’s going too fast
Racing so hard you know it won’t last
Don’t you know, what can’t you see
Slow it down, read the sing so you know just where you’re going

Stop right now, thank you very much
I need somebody with the human touch
Hey you always on the run
Gotta slow it down baby, gotta have some fun

Gotta keep it down honey, lay your back on the line
‘Cause I don’t care about the money
Don’t be wasting my time, you need
Less speed, get off my case
You gotta slow it down baby, just get out of my face

Stop right now, thank you very much
I need somebody with the human touch
Hey you, always on the run
Gotta slow it down baby, gotta have some fun

Stop right now, thank you very much
I need somebody with the human touch
Hey you, always on the run
Gotta slow it down baby, gotta have some fun

Stop right now (stop right now)
Thank you very much (we wanna thank you)
I need somebody with (wanna thank you)
The human touch (stop right now)
Hey you, always on the run
Gotta (thank you very much) slow it down baby
Gotta have some fun (thank you very much)

A Estética e os Vídeos de David La Chapelle

Como sempre falamos aqui no blog de diversos estilos de canções e  de intérpretes, focamos também na influência da música na sociedade, na formação cultural e da importância dessa manifestação artística como um todo. Sendo assim, falamos de movimentos e de comportamento. Um dos meios mais utilizados pelo universo musical são os vídeos, que tiveram seu auge nos anos 80 e que a cada década traz inovações tecnológicas e mexem com o imaginário em geral.

Um dos maiores produtores de vídeo musical é o artista e fotógrafo David Lachapelle. Conhecido por seu trabalho fotográfico (leia mais aqui…), La Chapelle acrescenta sarcasmo, ironia e crítica aos vídeos de artistas como Elton John, No Doubt, Amy Winehouse e Moby. Além disso, seus trabalhos são carregados na estética visual, usando contraste de cores e cenas marcantes. É possível perceber características bem próprias nos vídeos produzidos e dirigidos por ele: Nudez, sexo, cenários surrealistas e personagens que conversam com toda essa atmosfera:

Os trabalhos de vídeo de La Chapelle são muito próximos dos trabalhos fotográficos:

1 Ano de Mundo Sonoro

O Blog Mundo Sonoro começou como um simples projeto da faculdade no ano passado, mas se tornou uma paixão e já completa 1 ano! Falar de música nova , retrô, underground, brasileira, alemã, indie, não importa. A paixão das autoras desse blog é a música boa, que não é de massa, mas que deve ser apreciada por muitos em um mundo tão eclético.

Obrigada aos nossos queridos leitores, aos e-mails, aos comentários, às dicas, críticas e sugestões!!! Vamos continuar escrevendo sobre o que gostamos e contando com a interação de vocês!

Beijokas das Music´s Girls!!!

 

Eu Vou…

Mundo Sonoro

Mundo sonoro é um blog de conteúdo extremamente vinculado a seu nome. O MUNDO do título quer dizer exatamente TUDO. Não quer passar uma ideia apenas musical, mas de música global e tudo o que ela pode ser e trazer para as pessoas em qualquer lugar do planeta. O SONORO pode ser áudio, vídeo, reportagens, entrevistas.. MÚSICA! Porque no fim das contas, espera-se que tudo envolva a música.

Bem vindos enfim, a um lugar, um mundo como preferir, musical, mas também sonoro.